Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Conrad Murray’

O médico de Las Vegas que administrou as drogas a Michael Jackson em 2008 foi ordenado contra a sua vontade para testemunhar pela justiça.

Murray se declarou inocente de acusações de que ele administrou a dose fatal do anestésico Propofol, em junho de 2009.

Sua equipe de defesa se ​​prepara para o julgamento em setembro e seus advogados já garantiram o depoimento do anestesista Dr. David Adams. O médico tratou de Jackson em 2008 e deu ao cantor Propofol em quatro ocasiões distintas.

Os advogados de defesa estão trabalhando com Adams para que ele possa prestar depoimento sobre o astro desde “o comportamento e as reações, enquanto sob a droga e também a forma como ele respondeu com a administração da droga”, segundo documentos obtidos no tribunal pelo Tmz.

Adams vinha batalhando contra o pedido para prestar depoimento, alegando que ele é uma pessoa discreta, e que já perdeu clientes desde que o seu nome está relacionado com o caso de grande repercussão.

Seu argumento foi rejeitado -, durante uma audiência em abril, um juiz de Las Vegas decidiu a favor da equipe de defesa para chamar o anestesista para depor, pois “poderia ser relevante e significativo” para o caso.

Veja o documento completo aqui.

Read Full Post »

O juiz adiou o julgamento do médico acusado de morte de Michael Jackson para dar tempo para que os advogados de defesa enfrentem os novos peritos da acusação.

O juiz Michael Pastor na segunda-feira adiou a abertura das declarações que tinha sido fixado para a próxima semana e diz que vai liberar potenciais jurados que tenham iniciado o processo de seleção.

Pastor diz agora que a escolha do júri terá início em 08 de setembro e as declarações de abertura começará no final desse mês.

O Advogado de defesa do Dr. Conrad Murray, Ed Chernoff, disse ao juiz que o cardiologista baseada em Houston tinha concordado com o adiamento do processo.

Chernoff na sexta-feira disse que o adiamento era para poder enfrentar os especialistas recém-divulgados que um promotor de justiça disse que apoiaria a “pedra fundamental” do seu caso.

Murray não se declarou culpado de homicídio involuntário. Autoridades acusaram-no de ter dado a Michael uma dose letal do anestésico propofol.

Read Full Post »

Os advogados de defesa estão a ponderar sobre um pedido de adiament do início do julgamento do Dr. Conrad Murray por homicídio culposo, porque, segundo eles, eles precisam de mais tempo para responder às novas teorias levantadas pelo Ministério Público.

O juiz Pastor Michael, pediu à defesa durante uma audiência ontem de manhã para deixar o tribunal saber até o final do dia, se eles queriam uma continuação.

O julgamento do médico de Michael Jackson está marcado para começar em 09 de maio, mas o júri será escolhido na próxima semana.

A possibilidade de um atraso foi gerado após Pastor determinar aos promotores que podem convocar um novo perito como testemunha, incluindo um que poderia testemunhar que não havia nenhuma maneira de Jackson ter auto-ingerido a droga que o matou.

“Esta é precisamente a questão, eu esperava que fosse acontecer quando a defesa disse que queria em 60 dias “, disse o Pastor.

Dr. Murray invocou o seu direito a um julgamento rápido depois de sua acusação formal em janeiro.

[Update]  

O juiz Michael Pastor do Tribunal Superior de Los Angelesconvocou uma audiência sobre o pedido na segunda-feira, pedindo para ver Murray no tribunal para decidir se vai adiar o julgamento, já adiado em março.

“Eu preciso ouvir e ver mais informação”, disse Pastor, pedindo ao advogado de Murray, Edward Chernoff, para apresentar um pedido escrito de atraso do julgamento por e-mail até domingo.

Read Full Post »

Advogados Dr. Conrad Murray intimaram a Sony para que o material bruto a partir dos ensaios de “This Is It ” possa ser mostrado ao júri que … Michael Jackson estava física e mentalmente doente antes de morrer.

O TMZ já havia relatado … que os advogados de Murray queriam as fitas para mostrar que Michael estava lento, apático e fraco nos dias anteriores à sua morte. Embora alguns dos vídeos mostre Michael alerta, outros, mostram claramente que algo está errado com ele.

Os advogados de Murray quer mostrar aos jurados no caso homicídio que, Michael estava doente ou mesmo morrendo antes do fatídico dia …então em 25 de junho, não foi as injecções de Propofol, que matou Michael Jackson.

Read Full Post »

A mãe de Michael Jackson revelou que tem “sentimentos mistos” sobre o julgamento, que se aproxima, do médico acusado de conexão com a morte de seu filho.

Katherine Jackson, a matriarca de uma das famílias mais famosas da música, disse que a dor da perda do astro pop há quase dois anos, continua e que a punição potencial para o Dr. Conrad Murray não parece que é suficiente.

“Às vezes eu penso, por que ter um julgamento …se a pena máxima é de apenas quatro anos”, disse ela.

Sra. Jackson pretende estar diariamente no julgamento, que começa em 09 de maio. Ela não falou com o Dr. Murray, que ainda não se declarou culpado de homicídio involuntário, embora tenha o visto muitas vezes de seu assento em audiências no pré-julgamento do caso.

“Eu estarei lá, mas ele só me machuca, porque meu filho se foi e para sempre e este homem está tentando fugir e sair”, disse ela. “Ele precisa ser punido.”

A avó disse que ela foi para a casa de Michael depois de sua morte para limpar. Lá, ela encontrou várias lembretes que ele tinha rabiscado para si mesmo.

“Ele tinha notas como”, lembrou. “Disciplina com amor.”

A sra. Jackson disse que o efusão de sentimentos e apoio dos fãs do cantor de Smooth Criminal, depois que ele morreu também significou muito para ela.

“Eles sentiram a minha dor”, disse ela. “Significou muito para mim. E naquele tempo, eu precisava de tudo isso para saber que o mundo estava comigo, o mundo sentiu a minha dor.”

Read Full Post »

A seleção do júri para o julgamento por homicídio culposo do Dr. Conrad Murray, decorrente da morte chocante do superstar pop Michael Jackson está previsto para começar na quarta-feira, 4 de maio, e de acordo com o RadarOnline, Murray quer depor.

Se espera que a escolha do júri possa levar uma semana. O Ministério Público vai apresentar provas para o júri que faz backup de suas alegações de que o Dr. Murray é o responsável pela morte de Jackson em 25 de junho de 2009. Dr. Conrad Murray “vai fazer um papel ativo na sua defesa. Dr. Murray tem a certeza de que sua prática médica e seus pacientes serão cuidadosos durante o julgamento,” diz um amigo de Murray ao RadarOnline.

A fonte também diz: “Dr. Murray quer contar sua versão dos acontecimentos do dia em que Michael Jackson morreu tragicamente. Dr. Murray tem mantido a sua inocência, já que ele foi formalmente acusado, os advogados do Dr. Murray vão tomar uma decisão tática quando for sua vez.. para apresentar suas testemunhas no julgamento sobre possibilidade ou não de colocá-lo na bancada no tribunal. Murray realmente não tem nada a esconder, e quer que os jurados possam ouvir o que ele tem a dizer. “

Se o Dr. Murray não depor no julgamento, seu amigo disse: “Dr. Murray, provavelmente, vai dar uma entrevista após o julgamento, se seus conselheiros aprovarem, para explicar a sua história. Há muito que o público não sabe. Dr. Murray está esperançoso de que em um momento oportuno, ele possa mostrar os equívocos sobre ele e seus cuidados com Michael. “

Se for condenado por homicídio culposo, Dr. Murray poderia pegar até quatro anos de prisão.

Read Full Post »

Os promotores podem apresentar alguns clipes dos ensaios finais de Michael Jackson durante o julgamento do médico acusado de sua morte, o juiz decidiu hoje.

A decisão veio depois que o promotor-adjunto David Walgren argumentou que a filmagem do filme “This Is It” mostra como Jackson estava altamente empenhado na preparação para sua turnê de retorno e não estava desesperado para torná-lo um sucesso, como os advogados de defesa de Dr. Conrad Murray tem reivindicado.

Os promotores pretendem mostrar Jackson cantando “The Way You Make Me Feel” e “Earth Song“, enquanto o diretor e coreógrafo Kenny Ortega depõe sobre o comportamento da estrela pop antes de sua morte.

Os advogados de defesa não querem que ás imagens sejam mostradas, alegando que foi editado para mostrar Jackson no seu melhor momento. Eles observaram que nem todas as filmagens foram feitas nos dois dias antes da morte de Jackson 25 de junho de 2009, e devem ser excluídas.

Michael Pastor, juiz do Tribunal Superior determinou que os promotores só podem mostrar imagens dos ensaios de Jackson em 23 de junho e 24 de junho. Ele também disse que o filme deve ser editado para remover alguns dos efeitos especiais e visuais, particularmente imagens de baleias, ursos polares, uma “menina bonitinha” e outros de “fauna e flora.”

Pastor disse que mostrando a filmagem não é para ser entretenimento, e não importa se as músicas inteiras forem mostrados.

O advogado de defesa Ed Chernoff procurou uma oportunidade para rever o material bruto dos ensaios de Jackson, mas os promotores disseram que não têm. Eles sugeriram que os advogados de Murray peçam a Sony Pictures, que comprou os direitos para a filmagem após a morte do cantor.

O juiz também esta considerando a possibilidade de permitir que as imagens da autópsia de Jackson sejam mostradas aos jurados durante o julgamento. Pastor disse que pretende rever com os promotores a proposta de mostrar imagens antes de tomar uma decisão.

Walgren disse que pretende mostrar “um punhado ou menos” de fotos da autópsia, que os advogados de defesa dizem que é desnecessário.

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: